TRECHOS EXTRAÍDOS DAS DUAS OBRAS

Neste espaço, você encontrará trechos dos dois livros do autor. Envie também sua sugestão de trechos que marcaram sua leitura.

Então, na praia, a gente entende os castelos de areia: é impossível mantê-los. O mundo, as pessoas, o mar, irão destruí-los. Não devemos sofrer por isso. A cada dia construo um novo castelo, que talvez não seja mais bonito que o anterior. Isso não importa. O que importa é continuar, com o mesmo brilho nos olhos

"As últimas palavras devem ser ditas. Uma separação, uma morte, uma viagem. E, de repente, não há mais outra chance de dizer tudo aquilo que ficou guardado. Um último olhar antes de ir embora, um aperto de mão, um simples aceno, e aquele instante em que tudo podia ser mudado, ou explicado, ou, apenas desabafado, ficou para trás. Não há nada pior do que este silêncio. O silêncio que marca para sempre no coração. As últimas palavras tem que ser ditas, porque podem ser as primeiras."

 

Aqui começa a verdadeira diversão: Quando as pessoas estão em plena posse de si mesmas, quando sabem realmente o que são, e são quem são. Só assim podem verdadeiramente se abrir para outras pessoas. Quando você deixa de tentar tirar das pessoas o que elas não podem lhe dar, começa a aproveitar o que podem lhe oferecer.... As pessoas podem compartilhar mundos inteiros umas com as outras, mas primeiro tem que ter acesso a seus próprios mundos.

"...Você pode ser famoso ou anônimo, rico ou pobre, poderoso ou não...Mas sua felicidade depende apenas da sua decisão de ser feliz. Tudo aquilo irá passar e, de qualquer jeito, todos iremos morrer. Mas pense que a vida é como ir ao cinema: As suas 2 horas podem ser divertidíssimas, engraçadas, românticas, dramáticas, aterrorizantes, de suspense, tristes ou entendiantes. Não há como fugir do fim, mas você é o único que pode decidir sobre o filme da sua vida."

Nada pior do que se acostumar com o sofrimento. Muitas pessoas pensam que sofrer significa ter alguma coisa. E preferem a dor ao nada. Nunca, nunca caia neste engano. O nada não existe. Sempre haverá você, o mundo, e uma vida que liga os dois a milhões de possibilidades a cada dia.
É mais fácil reclamar da vida do que lutar pelos sonhos. Lembre-se: a vida não é justa, mas você escolhe entre chorar ou sorrir

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • c-youtube
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now